Nova HD – o “retorno” da Street Rod

Bom Dia Amigos,

Como havia dito no final deste post, onde fiz uma avaliação sobre a notícia de que a HD lançaria num futuro próximo 50 novos modelos…. argumentei que um dos caminhos seria a expansão da linha Street com o Revolution X.

Hoje pela manhã, neste pré-Daytona Bike Week, acordamos com mais um lançamento após a Road King Special.

Trata-se da Street Rod.

Isso mesmo, você não leu errado…Street Rod…aquele mesmo nome que já foi usado em 2006/2007 para um modelo mais esportivo derivado da V-Rod

Harley_Davidson_V-Rod_VRSCR_Street_Rod_2006_67faaddad3.jpg

Porém, como havia dito, um dos caminhos da HD surgir com novos modelos era justamente com a expansão da linha Street…e vemos hoje este modelo abaixo, que ganhou o mesmo nome.

1489028188052.jpg

8519.jpg

Como podemos ver, é uma Street 750 com algumas modificações visuais e  um certo grau de esportividade, além de modificações no chassi (angulo de cárter de 32 para 27 graus)

Comecemos pelo fairing e guidão. Trata-se de um guidão drag bar com os retrovisores incorporados na ponta dos grips. Estas duas peças já estavam disponíveis no catálogo de acessórios da HD desde o inicio do ano.

Screen Shot 2017-03-09 at 06.47.22.png

Outro detalhe importante a se observar, foi o uso de uma roda maior, aro 17 (com o mesmo desenho da roda da Livewire) e o conjunto de suspensão invertida e para-lamas (parecido com o da Roadster e Livewire também) – mais uma vez, o conceito de reaproveitamento de partes.

Screen Shot 2017-03-09 at 06.47.47.png

Por fim, a suspensão traseira possui ajuste a gás.

Screen Shot 2017-03-09 at 06.47.04.png

8536.jpg

O motor, apesar de ser o Revolution X que equipa a Street 750, foi baitzado de High-Output Revolution X uma vez que recebeu modificações similares ao Twin Cam com um melhor filtro de ar para termos mais potência – um aumento de 18% em cavalagem e 8% mais torque do que Revolution X normal

8523.jpg

A iluminação traseira e os piscas serão de led.

8526.jpg8530.jpg

A moto estará disponível em Vivid Black, Charcoal Denim e Olive Gold com preço sugerido de USD $8699.00

Segue abaixo os detalhes do novo modelo.

Screen Shot 2017-03-09 at 07.03.08.png

O que vocês acharam?? Aguardo comentários.

Abraxx a todos!

Anúncios

Roadster – Já vimos isto antes…

Caros amigos e Leitores!!

Desde a apresentação a imprensa e ao público da linha 2017 da HD, vinha pensando em escrever este artigo…talvez alguns de vocês concordem e outros discordem de mim…mas vamos lá!

As duas grandes novidades para 2017 aqui no Brasil é o motor Milwaukee Eight que equipa os modelos Touring, que já foi discutido extensivamente neste blog e em outros, além de reportagens e testes da imprensa. A outra novidade foi a introdução da XL1200CR – Sportster 1200 Roadster, ou simplesmente Roadster como o marketing da HD vem usando.

A moto para mim, não é considerada uma grande novidade e vou apontar o por quê disso.

1 – O nome

O nome Roadster não é exatamente uma novidade no universo HD, quem conhece os modelos que a HD lançou ao longo dos seus 114 anos sabe que no final da década de 70 e inicio dos anos 80, houve uma Sportster…..que recebeu o nome de Roadster.

A Sportster daquela época tinha como objetivo ser uma moto estradeira com um certo grau de conforto. Como destaque, a moto tinha uma suspensão dianteira mais longa, sissybar com uma bolsa além de freios duplos. O motor era um Ironhead de 1000cc.

Em 1979, ela ainda tinha o tanque peanut e um escape com saídas uma para cada lado, típico das HD da metade final da década de 70, como a foto abaixo ilustra.

79roadster1

Em 1980 veio o tanque maior e o escape foi modificado para o tradicional Staggered Shorty Dual

80_hd_roadster

Este modelo ficou em produção até 1985, quando com a introdução do Evolution na linha da Sportster em 1986 não seguiu em linha…. na sua última encarnação, o tanque já tinha embutido o  e montado no guidão estava o tacômetro.

As fotos a seguir são do catálogo de 1984 do meu acervo pessoal


O nome ficou dormente até 2004, quando na reformulação do chassi da Sportster para ganhar os coxins de borracha, a Sportster 1200 (informalmente chamada de Standard) foi “transformada” em outro modelo….a Sportster 1200 Roadster.

Incialmente lançada com o motor cromado, em 2006 passou a apresentar o acabamento wrinkle black como da foto abaixo (modelo 2007).

sportster

Na linha 2008, ganhou o tanque de 4 galões das 883 Custom e 1200 Custom

xl1200r

para então ser definitivamente eliminada na linha 2009.

Uma nota curiosa é que em alguns mercados, a Sportster 883R também recebia a denominação de 883 Roadster, particularmente no mercado inglês.

Agora, em 2017, a HD trouxe a nova encarnação do modelo….

1460902432609

2- As peças que já vimos antes…

A Harley tem um conceito que é conhecido chamado de “parts bin bikes”….que nada mais seria um “novo” modelo criado com peças que teriam sobrado de outros modelos.

Aqui torna-se visível este conceito vamos pontuar de onde saíram algumas partes que o marketing faz questão de mostrar como inovador.

2.1 – a Tampa do filtro de ar e a espada com o olho de gato “pendurado”: Você já viu  ambos, tanto a tampa cinza como a espada…em 2007 quando a Nightster foi lançada, olha ai.

xl1200n_01

07_xl1200n_2

2.2- A Suspensão Invertida e o paralamas dianteiro curto: Você já viu isto em 2 modelos na finada XR1200 (e a sua versão X – XR1200X) e no Project LiveWire

xr1200x_13

062414-2016-harley-davidson-livewire-electric-silver-004

O velocimetro e a suspensão traseira (que era novidade na linha 2016) já estavam disponíveis no catálogo de peças.

Já tive a oportunidade de sentar em uma tanto nos EUA como aqui no BR e o modelo não me agrada…porém, eu não sou o público-alvo deste modelo.

o que os leitores acharam?

Abraxx a todos

 

Roadmaster Classic – Minhas considerações

Bom Dia, amigos!

Resolvi esperar um pouco para escrever sobre a “novidade” (se é que podemos chamar assim) da Indian, para poder avaliar melhor a minha percepção sobre o assunto.

Eles lançaram, no final de fevereiro, um novo “modelo” chamado Roadmaster Classic, que nada mais é do que a Roadmaster com as bolsas da Chief Vintage e um TourPak em couro para combinar com as bolsas, bem como os bancos em caramelo.

1.jpg

Seria uma versão um pouco mais simplificada, já que não conta com o apoio de braços (vendido como acessório) e as caixas de som traseiras e preço discretamente menor.

Na minha modesta opinião, apesar de ser fã dos modelos da Indian…eu não gostei.

13.jpg

Achei que a combinação não ficou boa, além do fato de cair na mesma estratégia da HD….troque uma roda, guidão e acabamento e chame o modelo de novo.

Na verdade trata-se de uma variação de acabamento de um modelo (assim como as marcas automobilísticas fazem…exemplo Cruze LT e LTZ…mesmo carro, níveis de acabamento diferente…e não um modelo diferente).

Esperava ainda que, conforme o documento do CARB, viesse ainda duas Chieftain como publiquei, porém como estes modelos já estão homologados, é de se esperar que a Indian ainda os lance antes do proximo model-year.

Em entrevista recente, o chefe de design da Indian, informou que em breve veremos a companhia se aventurar em segmentos diferentes da linha cruiser…como isso será, só o tempo dirá.

Agora, falando de HD:

Muitos já leram que o presidente e CEO da HD deu uma recente entrevista dizendo que os próximos anos serão interessantes, onde a companhia irá lançar 50 novos modelos.

Vamos analisar a frase com muito cuidado e em detalhes:

1 – Hoje a HD conta com 37 modelos em seu portfolio (contando com as CVO e Trikes), naturalmente a companhia não irá ficar com 87 modelos em oferta.

2- Nesta conta de 50 novos modelos, teremos que considerar as renovações da linha Softail e Dyna que provavelmente irão receber o Milwaukee Eight – só aqui já são 12 “novos” modelos

3- A linha Sportster é a que menos recebeu mudanças substanciais desde 2004 quando foi introduzido os coxins de borracha…e a motorização é essencialmente a mesma desde 1986 quando o EVO substituiu o Ironhead. Dentro desta temática, eu espero uma remodelação importante quem sabe, um novo motor em breve….nesta continha temos mais 6 novos modelos.

Até aqui já totalizamos 18 novos modelos.

Espero ainda a expansão da linha Street como revolution X e de alguma forma, um futuro retorno na V-Rod…como, é dificil de prever…mas não impossível.

Um dos rumores que tenho ouvido com uma certa frequência é a questão de se usar um único quadro para gerar modelos e famílias diferentes, como faz a industria automobilística..onde uma plataforma dá origem a diversas famílias de carros diferentes.

Diz-se que o quadro novo seria baseado nas tourings (que iriam ganhar um novo chassi mais adequado ao Milwaukee Eight)

Da mesma forma que a Indian deve se aventurar em novos segmentos, também vejo a HD fazendo o mesmo em breve….ai sim, podemos ter modelos realmente novos.

Agora, é esperar para ver.

Abraxx.