Salão das Duas Rodas 2017 – As Indians

Caros amigos,

Seguindo os meus relatos do Salão das Duas Rodas, o estande que visitei sequencialmente ao da Harley foi o da Indian Motorcycle.

A Indian começou o salão com o evento de imprensa rememorando uma notícia que não era nova, mas dado o momento que ela foi novamente colocada em evidência, causou uma repercussão um tanto negativa. Explico:

Desde o lançamento da linha 2017, foi informado aos revendedores da marca que a Indian iria mudar de estratégia para o mercado brasileiro. Desde a entrada no Brasil, a Polaris (dona da marca Indian) optou por trazer as motos em regime conhecido como CKD, onde os componentes chegam em partes e as motos são montadas na Zona Franca de Manaus. Exatamente da mesma maneira que a HD opera hoje.
Ao passo que a HD tem uma fábrica própria, a Indian usa o espaço cedido pela Dafra (assim como a BMW).

Inicialmente a Indian tinha um plano, que considerei um tanto ambicioso, de vender 800 unidades/ano. Entretanto, o momento que a marca entrou em solo brasileiro era um de contração econômica, graças a uma crise, e o mercado de motocicletas de uma forma geral já estava parando.

As vendas ficaram aquém das expectativas, com uma média de 400 unidades/ano. Convenhamos que para uma marca que está iniciando a operação é um volume até que bom.

Vamos recapitular a história da HD, só para fazer um paralelo….. a HD entrou no BR, sendo comercializada como CBU (as motos vinham inteiras importadas) em 1992 pela então Motorshop de Belo Horizonte. Em 1994 a Izzo comprou a operação e passou a ser o representante da marca, mantendo o mesmo sistema de trazer as motos importadas….sempre em pequenas quantidades. Para se ter uma noção, quando a HD conseguiu vender o mesmo que a Indian vende hoje, foi em 1997/1998 antes da crise econômica….ou seja levou-se praticamente 5 anos…coisa que a Indian está vendendo em 2 anos de Brasil.

A Polaris anunciou que os modelos, agora serão vendidos como CBU…ou seja a moto virá inteira montada de Spirit Lake, IA.

A primeira grande dúvida que surgiu, foi em questão do preço e no salão, pude verificar que os preços continuarão sendo mantidos no patamar atual, sem qualquer acréscimo. E vale lembrar, que o preço das motos já caiu desde quando elas foram lançadas por aqui.

A expectativa é que se mantenha o ritmo de vendas, na casa das 450 unidades/ano e, segundo a Polaris…a operação de CKD só se tornaria interessante a partir de 600 unidades.

Agora, os lançamentos da marca para 2018, se mostraram bem interessantes, mantendo mais ou menos o mesmo mix de modelos oferecidos.

1. Família Scout

Continua a ser oferecida a Scout 1133cc com opções de cores solidas e a opção de 2 tons para esse ano será um belíssimo azul com branco.

A família ganha, praticamente em tempo simultâneo com os EUA, a introdução da Scout Bobber, que será oferecida em todas as opções de cor disponível nos EUA

É um modelo com um visual mais agressivo, mas que combinou muito com o modelo e acredito que será um sucesso de vendas por aqui.

A depender das opções de cor, ambas Scout e Scout Bobber tem como preço inicial R$ 49.900,00

2. Família Chief

Aqui também com o preço mantido em R$ 69.900,00 – Teremos 2 modelos disponíveis. O primeiro é a Chief (não será mais chamada de Chief Classic, já que este será disponível nos EUA com rodas raiadas, pneu faixa branca e a cor Burgundy Metallic). A Chief que teremos é o mesmo modelo de base do mercado americano, que será oferecido em cor única chamada de Steel Gray.  Não difere em nada do ponto de vista visual, do modelo que hoje é encontrado nas revendas brasileiras.

O segundo modelo da família Chief, é a Dark Horse. A Chief Dark Horse nada mais é do que uma Chief com acabamento fosco preto em praticamente todas as peças a exceção do escapamento.

132a1485.jpg

A Chief Vintage segue como linha 2017 devido a estoques ainda existentes, e já confirmados por fontes seguras que quando os estoques acabarem, a linha 2018 será apresentada….algo que acontecerá em Maio/18.

3. Linha Chieftain

A Chieftain atual (2017) vendida em Silver Smoke continua enquanto houver os estoques,  em seu “lugar” passa a ser oferecida a Chieftain Dark Horse. Assim como a Chief DH, apresenta acabamento em preto fosco em praticamente todas as peças, porém, ela apresenta um atrativo a mais: Será o primeiro modelo vendido no Brasil a contar com as novas rodas de aro 19 e com um para-lamas modificado, sem todo aquele monte de metal na lateral e sem o adorno da cabeça do índio no topo do para-lamas.
Eu particularmente, gosto muito do para-lamas clássico, mas muitas pessoas não gostam, e talvez o novo visual seja um atrativo a mais.
Vale lembrar que tanto a roda como o para-lamas podem ser adquiridos a parte como integrante do catálogo de acessórios da marca.

132a1484.jpg

4. Linha Touring

A Springfield segue vendida como linha 2017 e quando os estoques acabarem, há garantias de fontes muito seguras, que serão apresentados os modelos 2018…algo que deve acontecer entre abril e maio de 2018. Logo, continua sendo oferecida em preto e na combinação de vinho & cinza (dedicarei um post apenas para este modelo e a Chieftain que testei recentemente no Rio).

A Roadmaster chega como linha 2018, sem qualquer modificação, com preço de 104 mil reais e em cor única preta.

Sinceramente, torço para que a Indian consiga solidificar sua presença no mercado brasileiro, por 2 motivos principais:

1. A concorrência faz bem ao mercado, ajuda a competitividade entre marcas e a regular preços….sabemos que as japonesas, praticamente desistiram do mercado custom/cruiser (haja visto a Yamaha que tirou a Midnight Star de linha, a Honda com a saída da Shadow e a Kawasaki que desistiu de vender as Vulcans mais clássicas – mantém apenas Vulcan S)

2. O Produto da Indian é muito bom…já tive a oportunidade de pilotar praticamente a linha toda (com exceção da Roadmaster) e posso atestar que não deve nada para a HD….é uma moto de muito boa qualidade de montagem e com uma pilotagem extremamente prazeirosa. Se pudesse, manteria uma Indian e uma HD na garagem, sem quaisquer problemas.

Segue a tabela de preço completa da Indian para o próximo ano:

23550912_1221372267962666_327569502666652623_o.jpg

Aguardo os comentários dos leitores,

Abraxx a todos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s