Linha 2017 – As limitações de cor

A Harley-Davidson apresentou na ultima semana, aos seus revendedores a linha 2017 e há 3 dias para a imprensa especializada brasileira.

Como os leitores do blog já sabem, divulguei em post anterior o que seria da linha brasileira, que se confirmou em 100% as minhas previsões. (lembrem-se, vocês leram primeiro aqui…rs).

No tocante da linha brasileira, como já havia dito…nada de Slim, Road Glide ou Twin Cam 103 nas Dyna…. a Roadster entrou no lugar da Sportster 1200 Custom CA e as V-Rod foram aposentadas.

No tocante do preço, o amigo Wolfmann faz uma análise excelente que o leitor pode ler aqui

Agora, desde a linha 2016 a Harley do Brasil vem com uma política que não me agrada nem um pouco, que é a limitação na variedade de cores a serem oferecidas nos modelos.

Na linha 2016 isso já aconteceu, com alguns modelos tendo apenas 03 opções a serem escolhidas…. A justificativa que eu imagino é que seria para não manter estoques elevados a serem montados em Manaus com grandes variedades… (e correr risco de encalhes).

Para 2017, chega-se ao absurdo de alguns modelos como a Low Rider e a Fat Boy, de você apenas poder escolher entre 2 cores…ou preto ou vermelho…o que é desanimador, principalmente dado que a Fat Boy teria algumas opções bem legais como Olive Gold, Two Tone Superior Blue & Billet Silver e o Black Hills Gold & Black Quartz…achei isso realmente lamentável.

Abaixo, vou descrever em cada modelo quais foram as cores ausentes….

883 Iron: Hard Candy Hot Rod Red Flake

– 1200 Custom CB: Não disponível no mercado americano para comparação

– Forty Eight: Corona Yellow Pearl

– Roadster: Todas as opções disponíveis

– Street Bob: Hard Candy Hot Rod Red Flake

– Low Rider: Billet Silver & Vivid Black e Bonneville Blue & fathom Blue

– Fat Bob: Crushed Ice Denim e Laguna Orange

– Fat Boy: Olive Gold, Superior Blue & Billet Silver, Black Hills Gold & Black Quartz

– Fat Boy Special: todas as opções disponíveis (comparado com o mercado Inglês, uma vez que nos EUA a Fat Boy Special não é mais oferecida)

-Heritage Classic: Black Quartz, Black Hills Gold & Black Quartz, Bonneville Blue & Fathom Blue

– Deluxe: Superior Blue, Hard Candy Mystic Purple Flake

– Breakout: Velocity Red Sunglo, Laguna Orange

Road King Classic: Billet Silver & Vivid Black (comparado com o mercado Inglês, uma vez que nos EUA a RK Classic não é oferecida e sim a RK STD que tem outras opções)

– Street Glide Special: Superior Blue, Velocity Red Sunglo, Laguna Orange, Hard Cndy RHor Rod Red Flake,  Hard Candy Mystic Purple Flake

– Ultra Limited: Black Quartz, Billet Silver & Vivid Black, Superior Blue & Billet Silver

A verdade é que a questão de cores nunca foi uma coisa muito simples…. no inicio das operações no Brasil, na época da Motorshop e no começo dos anos Izzo…. o cliente até poderia escolher o modelo que quisesse e a cor que quisesse mas teria que esperar (e muito) por isso. Na maioria das vezes, os lotes de motos vinham com cores variadas e modelos variados, e desta forma a escolha limitada….mas lembramos que até 1998, o cliente tinha liberdade de escolha de modelo e cor. (a única exceção a regra sempre foi a Road Glide).

Quando a HD montou a fabrica em 1999, iniciou-se o processo de limitação de modelos e desde aquele momento nunca mais tivemos a linha completa por aqui. Mas ainda assim nunca havia acontecido a limitação na oferta de cores….porém em 2016, começou e pelo visto isso vai ser uma prática recorrente.

Gostaria de conhecer a real opinião dos leitores sobre o assunto.

Abraxx a todos!

Anúncios

4 comentários sobre “Linha 2017 – As limitações de cor

  1. Dan, opção de cores é sempre limitada, de uma forma ou de outra. Como você bem sabe, mesmo nos EUA você tem que esperar algum tempo para receber sua H-D na cor desejada, se o revendedor não tiver em estoque. A diferença é somente no tempo de espera. Para reduzir o custo logístico e de estoque, a HDMC toma a decisão de que cores serão enviadas para o Brasil e a nossa capacidade de escolha fica limitada a isto. Seria muito caro disponibilizar toda a gama de cores no Brasil. O mercado é muuuuiiiiiito pequeno. Forte abraço.

    Curtir

  2. Dan, concordo com o Wilson de que nosso mercado é pequeno. Basta ver os números das vendas de H-D aqui no Brasil. Infelizmente será assim. Fiquei até espantado de ver todas as cores na Roadster…
    Os caras penam para vender uma Iron à R$ 40.000,00, imagina uma Vespa “comemorativa” de 125 cm³ por quase R$ 28.000,00!! HAHAHAHAHA…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s