Indian Chief Dark Horse….e um breve relato da era moderna da Indian

2016-Indian-Chief-Dark-Horse-details-3

Havia planejado um outro primeiro post específico, porém, dado a novidade que foi lançada no dia 13/02 nada mais justo do que discorrer um pouco sobre o assunto: 2016 Indian Chief Dark Horse.

Tenho visto muitos comentários, até de uma certa forma radicais, no facebook…sempre levantando alguns aspectos

  1. As Indian são muito caras….e a competitividade delas com a HD vai depender do preço
  2. as motos têm a qualidade muito ruim.

Vamos então desmistificar algumas coisas, com um breve relato da história moderna da Indian…. na segunda metade da década de 90 estava havendo um grande revival de marcas de motocicletas que já não existiam mais….houve tentativa de reviver a Norton e talvez, a que muitos lembrem seja a história da Excelsior-Henderson (assunto para um outro post).

A Indian não podia ficar de fora, porém ninguém nunca havia conseguido revive-la de forma bem sucedida até então devido a problemas de direitos em relação a marca, seus logos e propriedade intelectual, que estavam fragmentados em diversos donos e empresas.

Com muita dificuldade, um grupo conseguiu reunir e resolver o imbróglio judicial e foi criada a Indian Motorcycle Company of America – Gilroy em 1999.

A operação californiana, de inicio nada mais era do que um clone de HD (como muitos que já existiam a época….de exemplo temos as Big Dog, Phoenix Motorcycle, entre outras)….era uma motocicleta que continha o logo e detalhes tradicionais da Indian, como paralamas, adorno do índio no paralama e etc, porém, o motor era um S&S cuja base era um Evolution.
Assim foi com a Chief, Spirit e a Scout… Inevitavelmente a companhia foi a falência em 2003 e liquidou todo o maquinário.

Em 2006, um grupo chamado Stellican, que é famoso por reviver marcas mortas, e o case de maior sucesso deles é a companhia de barcos Chris Craft…comprou os direitos da finada companhia de Gilroy e iniciou uma nova linha de produção…desta vez na Carolina do Norte…numa cidade chamada de Kings Mountain.

As Indian de Kings Mountain eram motocicletas muito superiores quando comparadas com as de Gilroy, e produzidas de forma quase que artesanal…o que ocasionava um preço muito caro…mesmo quando comparado com as HD….uma Indian custava o valor equivalente a uma CVO (35 mil dólares).

O pessoal da Stellican investiu majoritariamente no modelo Chief e suas variações e “criou” o motor PowerPlus 105.
Nesta época não havia tantos problemas de qualidade, mas talvez o maior entrave para a popularização das Indian era o seu preço.

Em 2011 entra na jogada a Polaris que comprou da Stellican a Indian e mudou a produção para Spirit Lake, onde até 2013 ainda produzia Chief’s com o mesmo visual anterior…..durante o ano de 2013 apresentou o motor ThunderStroke 111, sendo o primeiro motor proprietário Indian e desenvolveu praticamente do zero as novas motocicletas Chief (Classic, Vintage) e Chieftain.

A Polaris, que já contava com um certo know-how do mundo de motocicletas, graças a terem criado a Victory (assunto também para outro post)….tratou de expandir e continua expandindo a rede de concessionários….Na sua próxima viagem aos EUA, de curiosidade procure uma revenda Indian que você provavelmente irá achar….. Tratou de criar uma linha exclusiva de roupas de qualidade superior e investiu nos acessórios.

O mais importante….por não ser produzida artesanalmente, mas sim em linha de produção, a Polaris conseguiu trazer o preço das Indian para um patamar de briga com as Harley….

A título de comparação de valores para linha 2015:

Scout: US$ 10.999  vs  HD Sportster 1200 Custom 10.649

Chief Classic: US$ 18.999  vs  HD Fat Boy 17.699

Chief Vintage: US$ 20.999  vs  HD Road King 18.449

Chieftain: US$ 22.999  vs  HD Street Glide Special 22.899

Roadmaster: US$ 26.999  vs HD Ultra Limited 26.099  (e se for a Ultra Limited Low o preço é o mesmo da Indian)

Veja o leitor que os valores diferem muito pouco tornando as motos competitivas….

A Chief Dark Horse

2016 Indian Chief Dark Horse

2016 Indian Chief Dark Horse


Hoje, praticamente todo fabricante de moto cruiser (no Brasil conhecida como custom) tem em linha modelos “Dark”…. a HD tem a sua linha Dark Custom, a Kawasaki tem a sua Vulcan 900 toda preta, a Suzuki tem a Boulevard BOSS.

A Indian, durante o período de Kings Mountain lançou duas variações da Chief….a Chief Bomber que homenageava os aviões bombardeiros de guerra e a Chief Dark Horse, que nada mais era que uma versão “blacked out” da Chief Classic.

Como de janeiro a março é a época tradicional de introdução de modelos mid-year, a Indian logo apressou-se para fazer o Dark Horse Challenge que foi um passeio pela cidade de Chicago, onde na última sexta, apresentou ao público a nova Chief Dark Horse.

Trata-se, como dito antes, uma versão ‘blacked-out” da Chief Classic com a premissa de ser mais agressiva e já lançada com opções de acessórios para customização…como guidão Ape Hanger de 16’, filtro big sucker e escape mais livre.

2016 Indian Chief Dark Horse com acessórios

2016 Indian Chief Dark Horse com acessórios


2016 Indian Chief Dark Horse com acessórios

2016 Indian Chief Dark Horse com acessórios

Tem tudo para vender bem….para mim, é uma motocicleta muito bonita, bem acabada e com um visual agressivo e o preço nos EUA, mais uma vez…competitivo

Chief Dark Horse US$ 16.999  vs  Fat Boy LO (Special) 17.499

Vamos ver como será a recepção do mercado…e torcendo para vermos a Polaris Brasil iniciar as operações da Indian aqui em breve!

Anúncios

8 comentários sobre “Indian Chief Dark Horse….e um breve relato da era moderna da Indian

  1. Pingback: Indian Motorcycle anuncia sua chegada ao Brasil | Doctor Dan

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s